Life Incorporated

header

Sugiro seguio o link do vídeo de lançamento do Life Incorporated (Life Inc: How the world became a corporation and how to take it back), livro do jornalista e documentarista (para simplificar a biografia) Douglas Rushkoff. No mesmo site a trechos para leitura.

Acredito que a colocação de Rushkoff sobre como assumimos o modo de vida corporativo é fundamental para entendermos o momento atual em que o consumismo e todo um estilo de vida que valoriza o ter acima do compartilhar está em crise. Ter gera consumo, consumo gera renda, renda gera mais consumo, certo? Não, nem sempre está certo.

Também as organizações estão buscando uma revisão dos seus modos de operar, mas isso não é assim tão simples. Como o autor consegue mostrar neste pequeno trailler do livro, todo o sistema econômico está calcado em valores que começaram a ganhar espaço especialmente depois do pós guerra, quando a sociedade americana passou a ser o “motor” do mundo.

Hoje sabemos que esse estilo de vida é inviável do ponto de vista planetário, seja por motivos ecológicos, seja porque semeia um modo de vida que nos isola e nos torna menos solidários socialmente. Dentro das organizações, essa mesma crise se manifesta na medida em que as pessoas se questionam o que estão fazendo ali e por que, ou quais valores estão por trás das ações das empresas nas quais trabalham. Não custa lembrar do excelente documentário “The Corporation”, lançado já faz uns dois anos. Ele mostra casos temerários de organizações que deixaram a ética para trás na hora de definir seus rumos e mostra como elas seriam consideradas psicologicamente insanas perante a justiça se julgadas com os mesmo critérios aplicados a uma pessoa física.

Quem sabe chegou a ora de transformar o sistema a partir de dentro? Seria possível que as pessoas mudassem seu modo de vida a partir das mudanças ocorridas nas organizações? Seria possível que ambientes corporativos mais colaborativos e éticos ajudassem a fomentar o tipo de revisão que a nossa sociedade tanto necessita? Como contestar um modo de vida que está em todos nós?

Talvez um sonho, mas se não começarmos com ele… Dizem que para quem não sabe para onde vai, todo caminho serve.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s