Ressonâncias imediatas do Sonha Grande São Paulo

Acabou o workshop do Sonha Grande São Paulo.

Super interessante estar com um grupo tão diverso: ONGs, fornecedores, funcionários da Natura, amigos nossos, amigos do Movimento Nossa São Paulo. Era um grupo grande e diverso que encontrava-se a cada momento com seus sonhos e também com sua visão crítica entrando no caminho do sonho, criando nuvens para visualizar outros possíveis. Não é possível viver em São Paulo sem ser um pouco enfezado (palavra feia, porém adequada numa cidade em que tantas coisas cheiram mal).

Para alguns, foi um grande desafio livrar-se de tantos dados e informações pra criar um espaço livre de criação e sonho. Os olhos azuis do Maurício olhando para o céu, os olhos orientais da Sandra sorrindo, cheios de energia, os olhos contestadores da Malu… nenhum olho fechado. Não havia tempo para piscar. Poucas vezes tive um grupo tão grande durante todo o tempo atento e desejoso.

Alguns precisavam ir e ficaram.Outros foram e lamentaram. A contribuição aconteceu não só pelo que disseram mas pela presença plena do desejo de cada um entre tantos outros desejos legítimos.

Conflitos, diferenças… sim, somos demasiadamente humanos, somos nós mesmos um projeto em revisão, mas o olhar voltava-se sempre a para a nossa cidade, pobre cidade dormitório onde tantos jogam seus detritos e de onde tantos tiram seu sustento.

Sonhamos uma cidade com bicicletas e estrelas, com sorrisos de crianças brincando na rua, um rio vivo e gentileza, muita gentileza!

“Quase nunca nos encontramos sem reclamar da cidade” – diz o Sérgio.

“Só se chegar um argentino a gente fala bem.” – brinca Ale com a porteña Felicitas.

“Menos velocidade, mais fluidez!” – sonha um grupo.

Como facilitadoras, um grande desafio: co-inspirar-nos, respirar, acolher posições distintas e, sempre que possível, ter a invisibilidade necessária para que a magia do grupo se manifeste. Olhamos nos olhos, nos abraçamos cansadas.

Foi muito intenso sonhar a cidade.

Independente de qualquer organização, da prefeitura ou da ONU, é algo que poderíamos fazer mais conosco mesmos, na nossa casa, na nossa rua (já que tantas lindas ruas desenhamos na nossa cidade sonhada).

Assim que der vou postar o slide show das potências da cidade. Adorei fazer e espero que gostem de assistir!

Obrigada a todos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s